Sistema de Microscopia de Super-Resolução

O princípio da microscopia de reconstrução ótica estocástica

A Microscopia Estocástica de Reconstrução Ótica (STORM) reconstrói uma imagem de super-resolução combinando a informação de localização de alta precisão de fluoróforos individuais em três dimensões e várias cores

O N-STORM usa ativação estocástica de números relativamente pequenos de fluoróforos usando luz de intensidade muito baixa. Esta "ativação" estocástica aleatória de fluoróforos permite a separação temporal de moléculas individuais, permitindo a adaptação Gaussiana de alta precisão de cada imagem de fluoróforo em XY. Utilizando ótica especial 3D-STORM, o N-STORM também pode localizar moléculas individuais ao longo do eixo Z com alta precisão. A combinação computacional de coordenadas moleculares em três dimensões resulta em imagens 3D de super-resolução.


Detecção de posição do eixo Z de alta precisão

Usando uma lente cilíndrica que condensa assimetricamente os feixes de luz na direção X ou Y, as localizações das moléculas do eixo Z podem ser determinadas com uma precisão de cerca de 50 nm. A localização em Z é determinada pela detecção da orientação do alongamento induzido pelo astigmatismo na direção X ou Y e o tamanho das imagens pontuais fora de foco. As imagens fluorescentes 3D podem ser reconstruídas combinando as informações de localização do eixo Z determinadas com as informações de localização do eixo XY.


Variedade de sondas fotossensíveis e abordagens de rotulagem para alta precisão de localização

Vários tipos de pares ativador-repórter e rótulos sem ativador estão disponíveis. A abordagem do par de corantes ativador-repórter fornece precisão de localização consistente entre os canais, aproveitando o mesmo corante de repórter para diferentes canais. Cada par de corante consiste de um corante ativador e corante repórter, com o corante ativador regulando o estado de ativação do corante repórter.

Os corantes livres de ativadores consistem apenas em corantes de imagem, permitindo a marcação simples e técnicas de preparação de amostras, como a imunofluorescência indireta convencional, usando anticorpos convencionais conjugados com corante.